Afinal em que ficamos?

O jornal Público titula uma notícia Alerta da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, Uso do Magalhães pode fazer disparar casos de miopia mas no corpo da notícia lê-se: Já se fala em síndrome da visão de computador e acredita-se que o aumento da prevalência da miopia, da hipermetropia, do cansaço ocular e do olho seco está relacionado com a utilização crescente das novas tecnologias, frisou (Augusto Barbosa da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia.)

Mas então a miopia e a hipermetropia não são condições exactamente opostas? A primeira não designa um olho demasiado comprido e a segunda um olho demasiado curto? E, se a questão é o ecrã pequeno, o que dizer do uso de telemóveis e de consolas de jogos? Deixo as conclusões ao leitor.

Anúncios

1 Comentário

Filed under sociedade

One response to “Afinal em que ficamos?

  1. Amílcar A.

    A S.P.O. emitiu um comunicado / anúncio no Público de sexta-feira, 15.05.2009, esclarecendo que o “Magalhães” não têm vícios de que outros não padeçam…
    Quanto ao “rigor óptico” da notícia, para o leitor comum (e provavelmente para o jornalista que escreveu o texto) as diferentes disfunções são, inevitavelmente, tudo a mesma coisa, “benesses” que traz esta “máquina azul”. De facto impunha-se alguma precisão na linguagem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s