A justiça tocou no fundo

tribunal-da-boa-horaQue a justiça está de rastos vê-mo-lo todos os dias na incapacidade de fazer justiça a tempo e horas, na caducidade dos processos, no enorme dispêndio de dinheiro em processos que acabam inconclusivos, será preciso dizer mais?

Mas agora os juízes acham que estão a ser instalados num edifício sem dignidade e por isso boicotam a cerimónia de inauguração do novo Campus da Justiça no Parque das Nações. Ana Teixeira da Silva, juiz-presidente das Varas Criminais de Lisboa, e 16  magistrados judiciais deste tribunal não estarão presentes na cerimónia porque “Deixámos um edifício histórico [Tribunal da Boa Hora], com um passado inquestionável, profundamente arreigado na memória para passarmos a ocupar uma parte do edifício A do CJ, imóvel sem dignidade para albergar um órgão de soberania”. Não percebem que a dignidade a perderam eles próprios e não é o edifício que lha pode restituir.

Mais adiante afirmam que a nova sede do mais importante tribunal da primeira instância de Lisboa é “improvisada, mal estruturada e disfuncional”, não tendo “sequer a dimensão suficiente para acolher os cidadãos que visa servir”. Isto, a ser verdade, é sério e merece muito mais atenção do que a questão da dignidade do edifício. Ler mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s