José Saramago como ele próprio

saramagoJosé Saramago é habitualmente controverso, mesmo chocante, sobretudo quando se pronuncia relativamente à religião. Sabemos todos que é ateu, o que é perfeitamente respeitável, mas podia ser menos contundente quando se pronuncia sobre religião, sobretudo porque a maioria dos portugueses e a maioria das pessoas em todo o mundo é religiosa.

Eu tenho a convicção de que a Igreja Católica faz uma interpretação frequentemente errada dos desígnios de Deus, isto porque é humana e não divina. É claro que, em nome de Deus, por indicação e com o beneplácito da Igreja Católica, se praticaram inúmeras barbaridades. Algumas das afirmações de José Saramago (ver no Público) traduzem aspectos em que a doutrina da Igreja é incoerente, mesmo irracional. Na minha maneira de ver, a doutrina da Igreja é feita por homens que procuram interpretar a vontade de Deus e que, frequentemente, erram. Mas a agressividade de José Saramago é deslocada e perfeitamente dispensável.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under filosofia, Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s