O mal está feito

O comentário de Pedro Santos Guerreiro no Jornal de Negócios é uma peça clarividente sobre o estado da justiça e do caso Face Oculta em particular. Diz ele que “No início, era o processo “Carril Dourado”, em que estava envolvido Manuel Godinho e a Refer, por suspeitas de roubo de material que dificilmente o pode ter sido sem pessoas “de dentro”. A investigação da Judiciária foi lenta mas foi bem feita, apanhando afinal uma teia de corrupção em várias empresas, quase todas do Estado: nasceu o caso “Face Oculta”, maior e mais tentacular que o primeiro.” Isto passou-se enquanto o processo se manteve em Aveiro; surpreendentemente não houve qualquer fuga de informação.

Logo que vieram para Lisboa as malfadadas certidões e se deu a detenção de Manuel Godinho “o problema escalou até se tornar auto-destrutivo. É incrível como uma investigação aparentemente tão bem feita como a da “Face Oculta”, com milhares de escutas, indícios, pormenores, dezenas de arguidos, entregue à Procuradoria como “basta levar ao forno”, cometeu erros crassos no final com o primeiro-ministro, o que ameaça descredibilizar, em ricochete, todo o processo.”

Como todos os portugueses aguardo para ver, com grande desconfiança quanto ao desfecho final.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s