Viagem ao Tecto do Mundo

A minha última leitura foi um livro de viagens. Em “Viagem ao tecto do mundo”, Joaquim Magalhães Castro relata a viagem que fez, em 1992, à região mais remota do Tibete, acompanhado pelo seu amigo Amilcar. Partindo de Lhasa, viajando nas caixas de camiões ou a pé, os dois amigos percorreram cerca de 6000 Km na zona mais ocidental do Tibete.

As viagens de turistas a esta província chinesa são habitualmente feitas através de agências governamentais, que cobram fortunas para mostrar apenas aquilo que é permitido, mas não eram esses os planos de JMC, por isso os dois amigos tiveram, frequentemente, que iludir as autoridades. A viagem é cheia de peripécias e revela uma coragem e espírito de aventura fora do vulgar. Os dois primeiros capítulos, bem como as fotografias, são referentes a uma viagem mais curta, feita dois anos mais tarde..

Ao longo da narrativa há várias referências às viagens de jesuítas portugueses no século XVII, os quais devem ter sido os primeiros europeus a pisar estas terras.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s