Igreja com telhados de vidro

A notícia vem no Público e é mais uma a acrescentar à embrulhada que tem sido a atitude da hierarquia da Igreja Católica em relação aos casos de padres pedófilos. Foi agora revelada uma carta enviada aos bispos irlandeses, em 1997, em que o Vaticano expressa “fortes reservas” em relação à directiva que tinham aprovado no ano anterior e que tornava obrigatória a denúncia às autoridades dos padres suspeitos de abusos sexuais. Em relação à revelação desta carta, o padre Federico Lombardi, porta-voz da Santa Sé, confirmou já a autenticidade do documento, mas afirma que ele representa apenas a posição particular de uma das partes da Cúria antes de 2001.

Acredito que o Vaticano tenha hoje uma posição muito mais intransigente relativamente aos abusos sexuais perpetrados por clérigos mas os sucessivos episódios que têm vindo a público, que se desenrolaram durante décadas, não têm sido divulgados por iniciativa da Igreja; esta só reaje a posteriori, quando a isso é forçada pelos meios de comunicação social. A Igreja prefere ter uma atitude corporativa, defendendo o seu prestígio e o dos seus membros mesmo quando estes actuam em contradição com os princípios morais que ela própria defende.

A situação não é nova e temo que nada se tenha aprendido porque se os erros do passado servissem de lição para o futuro deveriam bastar os episódios vergonhosos do tempo da inquisição para se saber que a coerência de princípios prevalece sobre quaisquer outros interesses.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s