Hipotecar as gerações futuras

Grande parte das dificuldades por que passamos hoje resulta de opções tomadas no passado, tomadas sem consideração pelos compromissos que envolviam para os anos vindouros, e nada assegura que não estejamos a trilhar um caminho semelhante nos dias de hoje, hipotecando as próximas gerações para resolver os problemas da geração actual. Seguramente que empréstimos contraídos a juros de 7% para pagar em 10 anos são um compromisso para os anos mais próximos, mas as parcerias público-privadas são compromissos de muito mais longa duração.

Vem isto a propósito das dificuldades que o Japão está a ter numa das suas centrais nucleares, não por erro humano mas em consequência de um desastre natural. A energia nuclear também representa uma hipoteca para as futuras gerações, não directamente em termos financeiros mas mais em termos ambientais. Para além da segurança dos reactores propriamente ditos, continua a não haver uma solução minimamente aceitável para o armazenamento dos resíduos de combustível gasto, os quais vão sendo colocados em piscinas próximas dos reactores, por falta de alternativa. Ora acontece que ninguém pode assegurar que reactores e depósitos de combustível estão, para sempre, ao abrigo de acidentes. No caso do nosso país, a probabilidade de ocorrência de um sismo semelhante ao de 1755 ou ao de há uma semana no Japão, aumenta com o passar do tempo; um sismo desses virá um dia, quando é impossível prever.

Naturalmente que um sismo de grande intensidade pode pôr em risco uma barragem, com consequências fatais para um número muito elevado de pessoas, no entanto isso será ainda um desastre com consequências incomparavelmente menores do que as de um desastre nuclear. Se já anteriormente eu escrevi aqui em defesa das energias renováveis, as circunstâncias actuais reforçam os argumentos. Esperei pelo dia em que o Japão parece ter conseguido estabilizar a sua central nuclear, porque achei pouco ético e oportunista fazê-lo antes, mas agora esses escrúpulos estão passados.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s