É tempo da Federação Europeia

Está em curso uma guerra intercontinental, que não usa mísseis ou balas mas sim taxas de juro e credit default swaps. A guerra que se trava entre o dolar e o euro está a ser ganha por aquele, através das notações atribuídas por agências com interesses e agenda próprios. Apesar de o euro ter um mercado maior do que o dolar este é, de facto, mais forte porque está ancorado num único governo federal, enquanto o euro se suporta em vários governos, com políticas próprias, que podem ser atacados individualmente.

Os europeus são muito ciosos das suas soberanias e torcem o nariz às transferências de poderes para entidades europeias, que julgam muito distantes dos cidadãos. Por outro lado, a Europa tem uma multiplicidade de línguas e culturas, que tornam complexa a formação de uma federação de estados ao estilo dos Estados Unidos da América; é por isso que é necessário não copiar mas inventar um tipo de federação que respeite o essencial das diversas culturas europeias, apresentando, apesar disso, uma frente unida e uma voz única quando se trata das relações externas.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s