Países europeus fecham as portas a refugiados da Líbia

O conflito da Líbia, onde alguns países europeus se envolveram abertamente, criou uma população de cerca de 5000 refugiados junto às fronteiras, para os quais não existe solução de vida à vista. Os países europeus manifestaram disponibilidade para receber um máximo de 700 dessas pessoas, atitude que a Amnistia Internacional já classificou de abominável.

Quando se tratar de receber petróleo da Líbia não se espera que sejam impostas quotas, aliás nunca o apoio aos revoltosos teria tido a dimensão e prontidão que teve se não se tratasse de um país produtor de petróleo; quanto aos refugiados, fica um problema para os líbios resolverem, que nós não temos nada a ver com isso.

Entretanto Sarkozy e Cameron foram recebidos como heróis. Antes já por lá tinha passado Paulo Portas, não se sabe se para oferecer ajuda aos refugiados.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s