Motor Go Devil

O primeiro motor a equipar os Jeep foi um motor de 4 cilindros e válvulas laterais, com câmaras de combustão em L invertido; todos os modelos equipados com este motor têm especificações muito semelhantes e distinguem-se por pequenos pormenores. Como versões militares foram produzidos os Ford GPW, Willys MB e M38; para uso civil a Willys fabricou os CJ2A e CJ3A.
Durante a guerra apareceu a designação JEEP, aparentemente por parte dos soldados; é possível que a tenham ido buscar a uma figura da banda desenhada Popeye, que tinha esse nome.

A marca foi depois registada pela Willys mas só começou a aparecer marcada na carrosseria com o CJ5.

Especificações

Peso bruto: 3253 lbs. (2937 lbs. no CJ 2A)
Tara: 2453 lbs.
Comprimento total: 132 1/4″ (122 3/4″ no CJ 2A)
Largura total: 62″ (59″ no CJ 2A)
Altura total:(topo do para-brisas): 52″ (64″ no CJ 2A, 66 7/8″ no CJ 3A)
Via, frente e trás: 48 1/4″
Distância entre eixos: 80″
Eixo da frente: Spicer 25, relação 4.88:1.
Eixo de trás: Spicer 23-2 ou Spicer 41, relação 4.88:1.
Travões: Hidraulicos, diâmetro do tambor 9″, 117 3/4 polegadas quadradas de área de travagem
Embraiagem: Monodisco com amortecimento de torção, 72 polegadas quadradas de área
Capacidade do radiador: 11 qt.
Electricidade Bateria: 100 amp. hrs., 6-volt. (24 volt no M38)
Motor: 4 cil. L-Head, válvulas laterais: admissão, 1 17/32″, escape, 1 15/32″. Diâmetro x curso 3 1/8″ x 4 3/8″ Deslocamento: 134.2 pol. cub. Max. hp 60@4000 R.P.M. SAE hp 15.63. Binário 105 lbs. ft. @ 2000 R.P.M. Compressão: 6.48:1
Quadro: Longarinas de tubo de aço com 5 travessas e um elemento em K
Depósito de combustível: 10 1/2 galões americanos
Amortecedores: Telescópicos hidraulicos (de alavanca em alguns CJs)
Molas: Folhas semi-elípticas. Frente: 36 1/4″ x 1 3/4″, 8 folhas. Trás: 42″ x 1 3/4″, 9 folhas. (10 ou 11 folhas – heavy duty)
Direcção: Camme e alavanca, relação 14:1
Pneus: 6.00 x 16 (4 ply)
Caixa de transferência: 2 velocidades, 1.00:1 e 2.43:1 (1.97:1 e 2.47:1 também existem)
Transmissão: 3 velocidades sincronizadas, Relações: 1ª-2.798:1, 2ª-1.551:1, 3ª- 1.00:1, M. atrás-3.798:1
Jantes: 4.50 x 16, 5 furos

Peculiaridades

Ford GPW e Willys MB
Os dois veículos são idênticos, embora um seja fabricado pela Ford e o outro pela Willys; todas as peças são exactamente compatíveis entre os dois. Relativamente aos outros modelos dotados deste motor, caracterizam-se pelos pequenos faróis atrás da grelha, o para-brisas dividido em dois, a roda sobresselente e o jerrycan no painel traseiro, machado e pá no painel esquerdo e bujão de enchimento do depósito por baixo do assento do condutor. Há pequenas diferenças entre um Ford e um Willys, sendo a mais fácil de detectar o travessão que suporta o radiador, que é em U inevrtido no Ford e redondo no Willys. De origem, o motor do Ford vinha pintado de cinzento e o do Willys de verde. Os primeiros 25808 MBs tinham a grelha fabricada com barras planas soldadas.


Retirado de http://www.ajeepthing.com/jeep-pictures-7.html

O GPW/MB foi produzido entre 1941 e 1945; a Ford fabricou 277896 GPWs e a Willys fez 361349 MBs. Os números de série conhecidos vão listados a seguir (números dos Willys de René Boucher présente la JEEP).

Números Willys                  Números Ford
Ano          Início           Fim        Início           Fim
1941        MB 100 001     MB 108 598      -               -
1942        MB 108 599     MB 200 022      1              92 974
1943        MB 200 023     MB 293 232      ?              ?
1944        MB 293 233     MB 402 334      ?              ?
1945        MB 402 335     MB 459 851      ?              ?

M38
Não é muito diferente do anterior. O M38 tem faróis maiores, para-brisas de vidro único, é mais alto do que o do MB e tem 1 portinhola de ventilação abaixo do vidro; o bujão de abastecimento foi movido para o painel esquerdo. A palavra Willys aparece, em relevo, dos dois lados da tampa do motor.
O M38 foi produzido entre 1950 e 1951.


M38 de Robert Stanley

CJ2A
A partir do modelo militar MB, a Willys produziu uma vrsão civil CJ, mecanicamente idêntica mas com algumas simplificações. Na frente existem dois faróis maiores, com aro cromado, o para-brisas usa os mesmos vidros mas é mais alto e trás a palavra WILLYS em relevo, por baixo dos vidros; esta também aparece dos dois lados da tampa do motor e no painel traseiro. O bujão de enchimento está colocado no painel esquerdo e a roda sobresselente foi movida para o extremo traseiro do painel direito. O painel traseiro passou a ser rebatível.


O meu CJ2A

A produção dos CJ2A começou, provavelmente, em Julho de 1945; no primeiro ano foram feitos apenas 1824 mas até ao final da produção, em 1949, o total era de 136682. Antes do CJ2A foram fabricados mais de 30 protótipos com a designação CJ2; destes conhece-se a existência de apenas 3.

Há algumas variações nos modelos; o meu tem caixa não sincronizada e tem uma suspensão curiosa atrás, com amortecedores de alavanca e molas de 11 folhas.

CJ3A
Este é a versão civil do M38, com aros cromados nos faróis e modificações na traseira semelhantes às do CJ2A; foi fabricado entre 1948 e 1953, também em versão de 2 rodas motrizes designada DJ3A. Não é muito fácil a distinção entre o CJ2A e o CJ3A; o último tem só um vidro e um para-brisas mais alto, embora apareçam alguns com para-brisas trocados. No CJ3A a cava das rodas traseiras é menor, permitindo um maior espaço para as pernas do condutor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s