O Evangelho Segundo Lázaro

LazaroA vida de Jesus e de Lázaro, narrada por este último a um neto, 30 anos depois da crucificação do primeiro. Trata-se de uma ficção, naturalmente, mas é uma leitura absorvente. Para a Igreja Católica este livro é certamente herético, sobretudo porque Jesus é apresentado como um homem, com mãe e pai humanos, embora com uma relação especial com Deus.

Contrariamente aos Evangelhos católicos, a narrativa não se centra em milagres mas gira à volta da vida diária dos personagens, o que é interessante em si próprio.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

O Filho de mil Homens

mil-homensCrisóstomo é um pescador solitário, quarentão, que vive numa cabana azul junto à praia, provavelmente algures no Pará. Valter Hugo Mãe inventa uma série de personagens cativantes que, de algum modo, se vêm a relacionar com Crisóstomo. Este vai criar uma família, envolvendo na sua vida algumas dessas personagens e dando-se a elas de uma forma comovente.

A escrita de Mãe é elaborada e poética e constitui uma fonte de prazer para o leitor.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Stoner

stonerA história da vida de um homem normal, William Stoner, professor dedicado de Literatura Inglesa na Universidade de Missouri, que nunca obteve nenhum sucesso especial, seja na vida profissional seja na vida pessoal. Um casamento disfuncional e uma carreira académica comprometida pelos interesses e políticas universitários levam a que no fim de uma vida não exista nada que permita dizer que valeu a pena.

Pressente-se que a história tem algo de auto-biográfico, mesmo se todas as personagens são fictícias e a própria universidade é parcialmente ficcionada. Apesar da insignificância de Stoner, a leitura é atraente e o leitor não ficas defraudado.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

A Improvável Viagem de Harold Fry

harold-fryUm homem reformado, com uma vida apagada, com problemas de relacionamento com a mulher, vai por uma carta no correio e, sem que realmente tome uma decisão consciente, vai começando a andar de marco do correio para marco do correio. A  carta destina-se a uma antiga amiga, que padece de um cancro terminal no outro extremo de Inglaterra. Sem se aperceber muito bem como, resolve fazer todo o percurso a pé, na esperança de que isso, de alguma forma, sirva para que a amiga se salve.

O que é extraordinário, nesta história de Rachel Joyce, é que este homem acaba por descobrir-se a si próprio e por descobrir em si capacidades desconhecidas. Simultâneamente, a mulher, que ficou em casa incrédula e abalada, também revê toda a vida dos dois e acaba por restaurar a relção em novas bases. É um livro de leitura compulsiva.

1 Comentário

Filed under Uncategorized

A Mancha Humana

mancha-humanaA Mancha Humana é um livro muito bom, sobre os preconceitos raciais e outros, o dilema de ser negro com pele de branco e como uma vida pode ser destruída por uma palavra retirada de contexto. Philip Roth conta a história de Coleman Silk, nascido negro com pele branca, que teve uma vida de sucessos, sobretudo académicos, subitamente destroçada porque alguém se lembra de retirar do contexto uma palavra proferida numa aula, dando-lhe uma conotação racista. Em todo o livro, o que realmente me desagradou foi o prefácio de Clara Ferreira Alves.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Prova a Destruir

img_1027Não é bem um livro policial, embora envolva criminosos. Em Prova a Destruir, Maragaret Yorke conduz o leitor até ao fim do livro, sem perceber bem qual é a prova que deve ser destruída. A narrativa é sobre a vida de uma senhora idosa, Lydia Cunningham, que vive habitualmente só mas recebe em sua casa, sem aviso, a filha, de temperamento e comportamento instável, acomponhada por um jovem que conheceu no comboio; Lydia tem um outro filho, um banqueiro bem sucedido, que é o oposto da irmã. Durante a maior parte do livro o leitor acompanha o dia a dia destes personagens mas é ao chegar ao fim que se descobre um segredo que convém que não seja divulgado; a forma como tudo acaba é também inesperada.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Dora Bruder

dora-bruderPatrick Modiano vai atrás de um nome encontrado num jornal antigo, onde se pedia ajuda para encontrar Dora Bruder. As investigações que faz, de que nos dá conta, mostram os dramas vividos pelos judeus em França, durante a ocupação do III Reich.

É um livro pequeno mas nem por isso me saiu rapidamente das mãos; a leitura levou-me mais tempo do que eu esperaria e não sei explicar porquê.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized