Tag Archives: policial

Sombras do Passado

Sombras do PassadoEm Sombras do Passado, Tana Fench dá-nos um policial algo diferente do habitual, nomeadamente porque não procura conduzir-nos para conclusões erradas. Durante a leitura seguimos os passos da investigação não oficial, feita por Franck Mackey, um agente dos “infiltrados” que está particularmente interessado nos crimes, que envolvem a sua família e relações de infância. Naturalmente que a polícia está envolvida, mas esta tende para uma solução fácil, não se mostrando muito preocupada em apurar a verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

O Jogo de Ripper

O_Jogo_de_Ripper Isabel Allende conta uma história em estilo de romance policial, com todos os ingredientes habituais deste tipo de literatura, mas com a vantagem de ser escrito com correcção, sem os defeitos tão típicos dos best-sellers. Existe uma série de crimes, que à partida não parecem estar reacionados, os quais têm que ser obra de um assassino em série, na opinião dos participantes no Jogo de Ripper.

Os participantes neste jogo da internet adiantam-se frequentemente às investigações policiais e, a partir de certa altura, a prórpia polícia vê-se obrigada a considerar sèriamente as sugestões que provêm daquele grupo.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Deixa Dormir o Diabo

Deixa Dormir o DiaboO primeiro livro de John Verdon, Pensa Num Número, deixou-me uma grata impressão pela forma como o autor foi capaz de tornar perfeitamente verosímil uma série de coincidências aparentemente irrealista. Em Deixa Dormir o Diabo não encontro grande originalidade, é um romance policial, que se lê com vontade de chegar ao fim, mas não tem nada que o recomende especialmente. Um investigador da polícia, inactivo há algum tempo, na sequência de ferimentos graves, vê-se envolvido na reabertura de um processo arquivado há dez anos, relativo a um assassino em série, cuja peculiaridade era procurar vítimas que conduzissem carros Mercedes caros. Naturalmente que só próximo do fim percebemos a lógica dessas escolhas e, também naturalmente, o perigo espreita constantemente; são os ingredientes habituais deste tipo de livros.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Os Anos Perdidos

Os Anos PerdidosUm policial de Mary Higgins Clark, onde somos levados a suspeitar de toda a gente menos do verdadeiro autor da morte do arqueólogo Jonathan Lyons. A descoberta, feita por este, de um pergaminho com uma carta escrita por Jesus a José de Arimateia, carta que se julgava destruída há vários séculos, suscita o interesse de muita gente, nomeadamente dos seus amigos mais próximos, o que acabará por lhe ser fatal.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Pensa Num Número

ImagemPensa num número é o primeiro romance de John Verdon e isso é, desde logo, uma garantia de que não se trata de um daqueles best sellers fabricados em série. É realmente um policial com um argumento muito bem arquitectado e, acima de tudo, verosímil; o leitor sente que aqueles factos poderiam acontecer daquela forma e não aparece nunca uma carta tirada da manga. Os diversos personagens estão bem caracterizados, com personalidades bem vincadas, e a narrativa é empolgante.

Como é habitual quando se manifesta uma opinião sobre uma obra de suspense, não vou revelar detalhes do enredo; isso retiraria grande parte do interesse a quem fosse ler o livro. Direi apenas que são apresentadas situações, aparentemente impossíveis, de adivinhação do pensamento de outras pessoas, que são resolvidas de forma brilhante e perfeitamente plausível.

1 Comentário

Filed under Uncategorized

Resurrection Men

Resurrection Men é um romance policial complexo, com muitos nomes para fixar, casos que se entrecruzam e polícias corruptos, por isso é um pouco difícil acompanhar o desenvolvimento do enredo. Trata-se do décimo terceiro livro da série do inspector Rebus, de Ian Rankin, e, como é habitual nestes casos, há características de personalidade e comportamento dos personagens que transitam de um livro para os seguintes, tornando mais complicada a leitura para quem pega num livro da série sem ter lido os anteriores; ainda assim a leitura é empolgante e a expectativa mantém-se até ao fim.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Promise Me

Promise Me, de Harlan Coben, é um poilcial daqueles que não apetece largar desde a primeira página. Como em todos os bons policiais, só no fim  se desvenda o mistério, embora o leitor seja antes levado a pensar que que já tem a chave. Passa-se tudo no estado de Manhatan, em torno do desaparecimento de duas jovens de 18 anos, que frequentam a mesma escola mas não têm outros pontos de contacto. Os desaparecimentos, embora não simultâneos, revelam algumas coincidências que não podem ser fruto do acaso, por isso se suspeita de que os dois casos podem estar relacionados.

Deixe um comentário

Filed under casa, Uncategorized