Tag Archives: religião

Bosão de Higgs

Aviso já que não tenciono explicar o que é o bosão de Higgs, porque outros mais capacitados do que eu têm tentado fazê-lo, na comunicação social, sem qualquer sucesso. Até agora eu mantinha uma secreta esperança de que o bosão de Higgs não existisse mas pronto; parece que existe e há que render-me à evidência.

Uma pergunta que me parece pertinente é: Em que é que esta descoberta vai afectar as nossas vidas? Eu diria que em 0% (nada)! O que pode vir a ser afectado são as nossas crenças religiosas porque, com ou sem bosão, é cada vez mais aparente que nada no Universo teve que ser criado, o que quer dizer que o Universo e tudo quanto ele contém, pura e simplesmente É. O Universo, ao que parece, existe porque sim e ele próprio cria tudo, incluindo a vida e aquilo a que se convencionou chamar inteligência. Se estas afirmações parecem heréticas, estou convencido de que parecem aquilo que não são.

2 comentários

Filed under sociedade

A visita do Papa

Hoje tenho mesmo que falar da visita do Papa, porque tenho que reconhecer que não lhe fico indiferente. Também não fico empolgado, muito porque este Papa, não só não tem uma personalidade cativante, como tem tido uma actuação, antes e depois da eleição, que me tem deixado menos do que satisfeito.

Reconheço a utilidade de haver tolerância de ponto em Lisboa, na tarde de hoje, e no Porto, na manhã de sexta feira, já que as perturbações na vida destas duas cidades vai ser tal, que é preferível reduzir o número de pessoas em circulação. Não entendo a tolerância de ponto para todo o país, na quinta feira, porque acho incoerente com os esforços que o Governo está a pedir aos portugueses e com o estatuto assumidamente laico do Governo.

Seja como for, a visita passará, sem expectativas quanto ao que dela vai ficar.

5 comentários

Filed under sociedade

José Saramago como ele próprio

saramagoJosé Saramago é habitualmente controverso, mesmo chocante, sobretudo quando se pronuncia relativamente à religião. Sabemos todos que é ateu, o que é perfeitamente respeitável, mas podia ser menos contundente quando se pronuncia sobre religião, sobretudo porque a maioria dos portugueses e a maioria das pessoas em todo o mundo é religiosa.

Eu tenho a convicção de que a Igreja Católica faz uma interpretação frequentemente errada dos desígnios de Deus, isto porque é humana e não divina. É claro que, em nome de Deus, por indicação e com o beneplácito da Igreja Católica, se praticaram inúmeras barbaridades. Algumas das afirmações de José Saramago (ver no Público) traduzem aspectos em que a doutrina da Igreja é incoerente, mesmo irracional. Na minha maneira de ver, a doutrina da Igreja é feita por homens que procuram interpretar a vontade de Deus e que, frequentemente, erram. Mas a agressividade de José Saramago é deslocada e perfeitamente dispensável.

Deixe um comentário

Filed under filosofia, Uncategorized