Tag Archives: monumentos

Lar Conde de Agrolongo

O actual Lar Conde de Agrolongo, em Braga, é um edifício do início do Séc. XX, construído no local onde existia o Convento do Salvador, este do Séc. XVII, que se pode ver representado numa pintura existente no interior.

Convento do Salvador

Do convento original resta o templo, onde a maior parte da decoração é do Séc. XVIII e se encontra em excelente estado de conservação, nomeadamente os tectos pintados, o retábulo do altar mor, o púlpito e o órgão.

Pormenor do retábulo

Órgão

Pormenor do retábulo da sacristia

Tenho mais fotografias no Picasa.

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Arcos de Valdevez

Na sexta-feira passei o dia em Arcos de Valdevez, numa visita guiada pelo historiador Eduardo Pires de Oliveira e, como tem sido habitual nestas visitas, foi uma oportunidade de ver locais e obras para as quais me tinha antes limitado a olhar.

Começámos pela Biblioteca Municipal, um palácio restaurado com tectos magníficos.

Pormenor de um tecto

Da Biblioteca Municipal passámos à Igreja do Espírito Santo para ver e entender as talhas.

Pormenor do púlpito

Daqui para a Igreja Matriz.

Sacrário

Depois para a Igreja da Lapa.

Altar mor

E depois para a Misericórdia.

Arcaz da sacristia

A seguir ao almoço, no Pote, seguimos para Sistelo, com uma paragem em Gondoriz.

Portão monumental

Em Sistelo são notáveis os socalcos cultivados nas encostas.

Sistelo

Há muito mais fotografias no Picasa.

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Santa Marta do Leão

Capela de Santa Marta do Leão

A Capela de Santa Marta do Leão fica nas imediações do Hotel da Falperra e tem interesse, não só pelo pitoresco do local mas pelas talhas que se encontram no interior e que foram trazidas do antigo Convento dos Remédios, que ficava na Praça Carlos Amarante.

Púlpito

Pormenor do retábulo

Pormenor do retábulo

Deixe um comentário

Filed under casa

A nova árvore mais velha do país

Foto do Público

Até há pouco julgava-se que a árvore mais velha do país era uma oliveira localizada em Pedras d’El Rei, no Algarve, como escrevi aqui. Agora foi identificada uma outra oliveira, desta vez em Santa Iria da Azoia, ainda mais velha, com mais de 2800 anos; até que apareça uma nova árvore mais velha é esta que detém o título. Ler no Público.

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Palácio dos Biscaínhos

Palácio dos Biscaínhos

O Palácio dos Biscaínhos, hoje museu, merece uma visita mais pelo edifício em si e pelo jardim, do que pelo seu recheio. Infelizmente a ala lateral não é visitável e está a precisar de obras de restauro, mas a ala principal está bem conservada.

Azulejo na escadaria

Esta casa foi construída para o Deão da Sé, no Séc. XVIII, e deve o seu nome à rua dos Biscaínhos, que se chama assim por aí terem residência mestres pedreiros vindos da Biscaia.

Mais fotos no Picasa.

 

Jardim dos Biscaínhos

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Capela do Horto

Ao chegar à Póvoa de Lanhoso, mesmo no início da subida para o morro do castelo, encontra-se, à esquerda, uma pequena capela em que sobressai imediatamente a escadaria invulgar que a circunda pela frente e lado direito, com reentrâncias e curvas.

Para entrar é preciso chamar o guardião, que vive numa casa encostada a um penedo, ali ao lado. Uma vez lá dentro somos surpreendidos pelo retábulo rococó, que parece maior do que a capela. Há mais algumas fotos no Picasa.

Deixe um comentário

Filed under sociedade

Igreja de Santa Cruz


Terminada em 1660 na sua configuração inicial, recebeu mais tarde as duas torres laterais. No interior abunda a tallha dourada mas merece um destaque especial o retábulo do altar mor pela sua imponência.
A confraria dispõe de um espólio valioso, que não está exposto para visita pública por falta de instalações; parte encontra-se em salas interessantes em si próprias. Veja-se um dos tectos.

Na visita que fiz, na sexta feira, tive a oportunidade rara de subir às torres e de observar a cidade de um ponto de vista incomum. Fica uma vista da Senhora de Guadalupe.
Como de costume não posso inserir nesta nota todas as fotografias que tirei, por isso, para quem quiser mais, estão disponíveis no Picasa.

Deixe um comentário

Filed under sociedade